sábado, 1 de agosto de 2020

Oitavo Passo



OITAVO PASSO

 
Fizemos uma relação de todas as pessoas a quem tínhamos prejudicado e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados.

Os Oitavo e Nono Passos se preocupam com as relações pessoais. Primeiro, olhamos para o passado e tentamos descobrir onde erramos; então, fazemos uma enérgica tentativa de reparar os danos que tenhamos causado; e, em terceiro lugar, havendo desta forma limpando o entulho do passado, consideramos de que modo, com o novo conhecimento de nós mesmos, poderemos desenvolver as melhores relações possíveis com todas as pessoas que conhecemos.
 
(Os Doze Passos e as Doze Tradições)


Embora estas reparações possam ser as mais diversas, há alguns princípios gerais que consideramos esclarecedores. Lembrando-nos de que decidimos fazer tudo o que fosse preciso para ter uma experiência espiritual, pedindo que nos sejam dadas a força e a orientação para fazer a coisa certa, não importando quais possam ser as consequências pessoais. Podemos perder nosso cargo ou nossa reputação, ou enfrentar a cadeia, mas estamos prontos para tudo. Precisamos estar. Não podemos nos acovardar diante de coisa alguma.
No entanto, geralmente há outras pessoas envolvidas. Portanto, não devemos ser o mártir apressado e tolo que, sem necessidade, iria sacrificar os outros para se salvar do poço do alcoolismo.

  (Alcoólicos Anônimos, cap.6, §12 e 13)

 

A OITAVA TRADIÇÃO

Alcoólicos Anônimos deverá manter-se sempre não-profissional, embora nossos centros de serviços possam contratar funcionários especializados.

Alcoólicos Anônimos jamais terá uma classe profissional. O antigo ditado, “O que vos foi dado de graça, de graça deveis dar”, tornou-se plenamente compreensível para nós. Descobrimos que, no nível do profissionalismo, dinheiro e espiritualidade não se misturam. Foi conseguida através dos tempos pelos melhores profissionais, quer médicos quer religiosos. Não desacreditamos do profissionalismo em outros campos, mas reconhecemos o fato de que no nosso caso ele não funciona. Sempre que tentamos profissionalizar o Décimo Segundo Passo, o resultado foi um só: nosso objetivo único foi fraudado.
    Alcoólicos Anônimos deveria manter-se sempre não-profissional. Definimos profissionalismo como o emprego do aconselhamento a alcoólicos em troca de honorários ou salário. Todavia, podemos empregar alcoólicos para desempenhar aquelas funções para as quais, em outras circunstâncias, teríamos quer contratar não-alcoólicos. Tais serviços especiais podem ser bem recompensados. Mas nosso trabalho habitual de Décimo Segundo Passo de A.A. jamais deve ser pago. (Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.151 e p.173)


O OITAVO CONCEITO

Os custódios são os principais planejadores e administradores das diretrizes gerais e das finanças. Eles detêm a supervisão e a custódia dos serviços incorporados em separado e dos serviços permanentes, exercendo-as através de seu poder de eleger todos os diretores destas entidades.


A OITAVA PROMESSA

A vontade egoísta vai embora

Nenhum comentário:

Postar um comentário